Brindes de a importância da clássica comunicação visual

Mesmo em cenários de crise econômica, e talvez sobretudo neles, o investimento que as empresas fazem na área de design, publicidade e comunicação visual como um todo é imprescindível para a manutenção e expansão das marcas.

De fato, qualquer tipo de retração e queda nas vendas exige que o empresário recorra a alternativas como a comunicação e ações de publicidade para aumentar ou recuperar as vendas.

As ações típicas da área de comunicação visual têm várias frentes possíveis. Seguem abaixo as principais:

  • A renovação da fachada de um estabelecimento;
  • A renovação do interior de um estabelecimento;
  • A criação de campanhas e promoções chamativas;
  • A distribuição de panfletos e flyers nas proximidades;
  • A parte gráfica de impressão de adesivos e rótulos;
  • A criação e distribuição de brindes e amostras, etc.

Atualmente se fala muito em branding, que é a gestão das marcas. De fato, além da própria fundação de uma marca (que tange a criação das identidades verbal e visual da empresa), há uma série de ações e campanhas futuras que visam manter a comunicação necessária entre o negócio e o seu público-alvo.

Seja este público formado pelo market share, que é a cota de mercado já conquistada pela empresa, seja pelas fatias que ainda precisam ser atraídas e entrar para o funil comercial da corporação.

Uma das ações mais baratas e de retorno certeiro é, justamente, a dos brindes personalizados e presentes personalizados.

Além de que a quantidade de itens e artigos produzidos sempre tende a baratear o custo (trata-se de centenas ou mesmo milhares de peças), há uma gama bastante sortida de possibilidades no que concerne ao portfólio de brindes e presentinhos.

Vejamos abaixo os principais artigos trabalhados com essa finalidade:

  • As canetas personalizadas;
  • A caneca personalizada;
  • Os marcadores de página;
  • A sacola personalizada;
  • Os bottons promocionais;
  • O caderno personalizado para empresa;
  • As mochilas promocionais;
  • O calendário personalizado;
  • Os chaveirinhos promocionais;
  • O squeeze e a garrafinha, etc.

Adiante serão aprofundados alguns do casos mais típicos, rentáveis e estratégicos.

A eficiência dos chaveirinhos promocionais

“Quem não é visto não é lembrado!”. Eis aí um dos motes principais do universo da publicidade e do branding.

Mais do que ser lembrado, o esforço das grandes ou pequenas marcas é ser lembrado nos momentos positivos da vida dos clientes, durante as experiências que eles vão querer repetir de novo e de novo.

Os chaveiros promocionais são um dos modos mais antigos e emblemáticos desse tipo de estratégia. Trata-se de um recurso simples, de baixo custo e que oferece uma gama variada de possibilidades, especialmente no que condiz ao poder de fazer o cliente se recordar da marca no dia a dia.

Um chaveiro pode assumir uma série de funções, que vão desde conter uma imagem desejada pelo cliente (caso em que o nome da marca aparece de modo discreto), ou um nome de algum ente querido, até servir de abridor de garrafa, de lanterninha ou demais itens.

Em alguns casos a marca é tão consagrada, tendo atingido aquilo que na área se chama TOP OF MIND, que o cliente opta por utilizar o brinde, seja ele um chaveiro, seja outro qualquer, de modo a simplesmente ostentar as cores, algum slogan ou mesmo o logo da empresa.

Que tal unir os brindes e a consciência ecológica?

Outra possibilidade ainda mais interessante é relacionar a estratégia do brinde e da lembrancinha a tendências de mercado.

Além de trazerem resultados positivos, elas remetem a valores intrinsecamente importante, como é o caso da preservação do meio ambiente e da conscientização ecológica que tem crescido paulatinamente nas últimas décadas.

Assim, ao fornecer, por exemplo, uma caneta ecológica personalizada, a empresa sinaliza aos seus clientes e ao mercado como um todo que ela não apenas está antenada e em dia com as pautas da vez (que ela é uma up to date, como dizem), mas que também colabora para com esse valores.

Ao lado do supracitado chaveiro, que é um artigo que, sem sombra de dúvida, estará sempre presente na rotina do cliente, a caneta é um dos artigos mais indicados para cumprir o papel de lembrancinha promocional.

Esse tipo de brinde, naturalmente, está ligado ao tipo de clientela que a empresa pretende atrair, podendo ir desde canetas simples até outras feitas em metal ou cortiça (materiais recicláveis), que são consideradas mais refinadas.

Enfim, seja como for, os velhos brindes estão sempre renovando-se e a empresa que quiser permanecer no mercado, continuar sendo uma referência ou mesmo tornar-se uma TOP OF MIND do seu segmento, precisa reinventar-se junto com esse tipo de estratégia clássica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *