Tudo sobre impressão, materiais e recargas

As impressoras são equipamentos requisitados nos mais variados ambientes, desde estabelecimentos pequenos, até grandes empresas.

Por mais que exista grande diversidade entre os modelos disponíveis no mercado, há algumas características gerais que são comuns, como a tecnologia usada pelo equipamento para gerar os caracteres que serão impressos, os materiais suportados e a capacidade do volume de impressão que cada dispositivo apresenta.

Conheça os principais tipos de impressora

Conforme citado anteriormente, há grande diversidade entre as impressoras disponibilizadas no mercado, que diferem em valores, funções, tamanhos, opções monocromáticas, coloridas, entre outros fatores.

No entanto, mesmo em meio a essa variedade, existem os modelos mais buscados, que são a laser e a jato de tinta. A segunda opção é uma das mais comuns em residências, já a primeira, por oferecer capacidade superior no volume de impressão, atende a muitos ambientes corporativos.

Outra opção muito buscada, que pode ser encontrada tanto na versão jato de tinta, quanto a laser, é a impressora multifuncional, que não somente efetuam impressões de documentos e fotos, como também oferecem outros atributos, como digitalizar, fax e cópias.

Por esse motivo, são itens indispensáveis em diversos escritórios. Para impressões monocromáticas, a opção multifuncional a laser pode ser mais ideal, apesar dos toners possuírem um custo inicial maior que os tradicionais cartuchos de tinta.

No entanto, a médio e longo prazo, o custo-benefício é perceptível. Já para locais que precisam atender constantemente impressões coloridas, os cartuchos são mais viáveis, mas é preciso se ater ao volume em questão.

Materiais comumente aplicados na impressão

Sem dúvidas, para que o resultado final de determinada impressão seja satisfatório, há diversos elementos envolvidos no processo, desde o equipamento em si, até os suprimentos utilizados. Neste cenário, existem os substratos, que consistem em basicamente nos suportes onde os arquivos serão impressos.

Por exemplo, na impressão A0 comumente é preciso o uso de máquinas e suprimentos específicos e mais incomuns do que outros formatos. As principais distinções estão relacionadas aos seguintes fatores:

  • Equipamento;
  • Tipos de papel;
  • Formatos de papel;
  • Suprimento.

No que diz respeito ao equipamento, este item corresponde ao modelo da impressora em si, considerando sua capacidade de impressão e funcionalidade, afinal, conforme apresentado anteriormente, existem diferentes tipos para atender as finalidades almejadas.

E por esse motivo, é tão importante conhecer a variedade de impressoras. Já ao falar dos tipos de papel, além da gramatura, eles se diferem em papel fotográfico, jornal, offset, couchê, revista, entre outros.

Além disso, ao abordar os formatos, é interessante citar que os mais comuns são o A3, A4 e A5, porém, a lista vai além dessas alternativas, pois tem início nas opções maiores, indicadas pelo 4 A0, 2 A0, A0, A1, até os menores, que correspondem ao A8, A9 e A10.

Nos formatos maiores, comumente são usadas maquinas que recebem o nome de plotter, que apresentam, de forma geral, um porte superior a outras alternativas. Naturalmente, o papel para plotter também é específico para atender as necessidades deste tipo de impressão, que normalmente são voltadas para fachadas e banners.

Por fim, os suprimentos, que são uma das características de maior destaque entre as impressoras e sem dúvidas, essenciais para o seu funcionamento, já que é o que confere a impressão para o substrato, por exemplo, no caso da impressora laser, usa-se o toner impressora brother HL 1112, já na de jato de tinta, são usados cartuchos de tinta. Ao surgir a necessidade de troca ou recarga, é imprescindível garantir que sejam itens compatíveis com o equipamento.

A vantagem de recorrer a serviços gráficos

Diversas empresas buscam serviços de uma gráfica, principalmente para atender processos de impressão mais específicos, com grandes volumes e formatos. De qualquer forma, é um caminho para os empreendedores que almejam focar em outros aspectos.

Enquanto a questão da impressão fica sob responsabilidade de profissionais capacitados, que cuidarão das mais distintas etapas que o processo exige, seja de grande ou pequena tiragem.

Em muitos casos, terceirizar o serviço é uma forma de otimizar a organização na empresa e até mesmo reduzir custos, uma vez que o custo apresentado será o total pelo processo, não de cada etapa distinta, com substratos, suprimentos e equipamentos. Afinal, comumente os gastos são altos para determinados serviços, em especial, por causa dos equipamentos utilizados.

Todavia, além de recorrer às gráficas para a produção do material em si, também há um nicho de serviços no mercado que são direcionados para a realização de manutenção e reposição de suprimentos, tais como toners, cartuchos e peças.

Na dúvida, ao buscar por serviços de impressão, suprimentos e pelos diversos materiais envolvidos, é indispensável sempre recorrer a um profissional de confiança, pois conforme pode ser notado com as informações apresentadas, há elementos extremamente específicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *