6 dicas para fazer a melhor embalagem para o seu produto

Embalagens estão presentes por todas as partes ao nosso redor. A não ser algumas exceções, a maioria dos produtos que consumimos vem em embalagens. As embalagens servem para armazenamento, identificação e transporte, seja do que for.

Várias possibilidades de escolha

Elas são amplamente utilizadas em todos os setores comerciais e podem ter diversos tamanhos e características. Por exemplo:

  • Caixa de papel para alimentos;
  • Embalagens plásticas para eletrônicos;
  • Tubos de papelão para documentos;
  • Caixas de papelão para geladeira;
  • Caixotes de madeira para frutas;
  • Sacos de papel para pães.

As possibilidades são quase infinitas, por isso, é importante fazer uma escolha cuidadosa para o tipo de embalagem a ser utilizado em seu produto. Uma observação cuidadosa na hora da escolha, pode evitar danos ao próprio produto, acidentes, e também, consumidores insatisfeitos.

Confira 6 dicas para escolher a melhor embalagem para seu produto:

Dica 1 – Avalie o formato de embalagem que você precisa

Para saber que tipo de embalagem deve ser usada, você precisa primeiro, saber o formato dela. Analise seu produto e seu formato. E quanto às dimensões, são grandes ou pequenas?
Analisando o formato do seu produto, você poderá decidir o formato da embalagem. Nem sempre uma caixa é a maneira ideal de se transportar ou armazenar um produto. Pode ser que um tubo seja o formato mais indicado, tudo depende do tipo de produto. Embalagens para assados, por exemplo, devem caber em fornos. E embalagens de papel para alimentos congelados não fariam sentido a menos que fossem próprias para freezers.

Dica 2 – Avalie onde o produto será armazenado

Este é um produto de geladeira ou pode ficar ao ar livre? Tem que estar distante do chão? Alguns produtos, como produtos alimentícios, por exemplo, não podem ser armazenados em contato direto com o chão. Outros, como materiais de construção, têm grande chance de ficar em contato direto com o concreto ou terra. Logo, um material de construção não deve estar em uma embalagem frágil, visto que se assim for, terá grande chance dela rasgar ou furar, causando perda do produto. Então, para escolher o ambiente onde será armazenado e disponibilizado o produto, é importante pensar em uma embalagem adequada.

Dica 3 – Avalie como o produto será transportado

Ainda que seja armazenado em locais limpos, com manuseio cuidadoso, como é que esse produto será transportado? Mesmo que seu produto não seja destinado a viagens longas, como é o caso dos produtos alimentícios frescos, é necessário observar o modo de transporte pelo qual ele passará. Por exemplo, se você produz bolos e entrega apenas no balcão da sua loja, tudo bem eles terem uma proteção de plástico por cima, para que não caia sujeira. Mas se você pretende contratar um motoboy para entregar seus bolos, é melhor que eles sejam levados em caixas mais firmes, que oferecerão maior proteção ao seu produto.

Dica 4 – Deixar os produtos bem alocados nas caixas

É importante que o produto não fique muito solto dentro da embalagem, para que não corra o risco de se desmanchar ou sofrer desgastes. Caso se trate de objetos pequenos demais, pode ser usado um preenchimento como suporte.

Os suportes ajudam também quando o objeto tem pontas afiadas que podem cortar ou perfurar a embalagem, evitando assim, que ela estrague e o produto caia desta. É muito importante fechar bem as embalagens e usar lacres, se for preciso, para garantir que não sejam abertas antes da hora. É essencial que a empresa de embalagens de papelão produza materiais de qualidade para evitar tais perdas.

Embalagem correta para o produto certo

Dica 5 – Observar atentamente as características singulares do produto

Esta é uma das dicas mais importantes, sem dúvidas. É extremamente necessário avaliar as necessidades de cada produto para poder escolher a embalagem correta. Produtos frágeis precisam de cuidados diferenciados, sinalização adequada e embalagens bem protegidas. Produtos que não podem ser virados devem sinalizar tal característica, seja pelo formato da caixa ou por impressões feitas nela.

Embalagens para alimentos têm características próprias para transporte, variando o tipo para cada caso. Algumas precisam de proteção extra, outras precisam ter um formato que possa ser usado no forno e outros, ainda, precisam de várias camadas de proteção para que se mantenham conservadas as propriedades do conteúdo (como derivados do leite e outros perecíveis). Embalagens de papel para alimentos, também podem ter vários formatos e usos.

Dica 6 – Consumo consciente

Hoje em dia, com o crescimento da preocupação com o meio ambiente, é importante observar se o seu produto utiliza embalagens com material em excesso ou se usa materiais altamente prejudiciais ao meio ambiente. Esteja atento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *